4.3.07

o espetáculo


vejam as asas e os sapatos
que viraram irmãos no delírio
que encantados agora são pássaros de couro ornamental

dos sapatos não se usam meus ossos, e as asas estão sem as plumas, a renda continua sem a chegada do apresentador, um cão escapa de dizermos que não há público e morde a falta de sangue do inferno
e os homens estão na fila dos carros fingindo que são homens dentro de carros

o pássaro de couro ornamental não move uma sílaba
essa gota precária de saliva


(o adorável desenho é da eva, muito mais aqui)

2 comentários:

eva disse...

das chegadas e partidas,
cães-alarde
pés alados

meu lar
é onde estão meus sapatos.

Tiago disse...

o velho desejo de voar. malditos pés no chão. beijo.

 

Free Blog Counter