28.9.08

o alfredo nasceu numa casa na frente do ibirapuera na década de 50, oito quartos, estilo suíço, governanta francesa e o escambal. aos quatro anos ele achava que "lumbertchuw" era a palavra para cocô, as fezes sim, em inglês. isso porque os adultos falavam certas coisas em inglês na frente dos empregados: alguém ia ao banheiro: "number one or number two?", o outro perguntava, ao passo que lumbertchuw veio daí.

daí a gente se pergunta que espécie de aristocracia é essa que, ao ir para uma outra língua para escamotear da senzala discute intenções desse tipo.


- -
minha vó até os vinte e cinco anos
achou que o nome de faca de pão era "simplício"
meu bisavô, segundo ela, inventava nomes para tudo
eu que tenho agora alguns meses nos vinte quatro
acho que ainda tenho chances
de que
não sei
- -

a palavra da vez do meu vocabulário é: "vigor".

3 comentários:

vina apsara disse...

pra mim, isso é nome de iogurte...

júlia disse...

tipo a união faz o açúcar ou a força,
iogurte é vigor?

logo você, pessoa vi-go-ro-sa, quel
deve ser porque come muito iogurte

Marco disse...

eu acho "sobrancelha" uma das mais lindas palavras sibilantes-cintilantes que eu uso. por motivos completamente diversos, adoro "plúmbeo".

prazer, doña julia.

 

Free Blog Counter