13.5.08

É preciso se morrer mesmo integralmente e deixar o novo nascer com todas as implicações terríveis do sentimento de perda da falta de equilíbrio interior, do afastamento da realidade já adquirida, é o vazio vivido como tal, até o momento dele se transformar no vazio pleno, cheio de uma nova significação.

lygia clark

3 comentários:

Marcio disse...

a lygia era doida (fico te devendo um comentário decente).

ilana disse...

amei

júlia disse...

doida como marcio? desses que dizem que fulana pirou porque saiu vivendo como deu na telha?

- -
que bom. eu também, meu bem.

 

Free Blog Counter