30.7.09

notícias do equilibrista

uma vez um grande amigo, mais velho e sábio, que recentemente perdeu a mulher, me perguntou "como é que você vê o mundo?" e eu, em vez de responder, "a cores, ou nas cores que acredito serem cores, porque afinal saber um fruto é comê-lo" ou qualquer divação honesta, porém arbitrária, respondi "o mundo pra mim é um espetáculo".

nesse momento, eu me sinto a dona do cabaré, atrás das cortinas, puxando as meias finas pelas pernas das meninas. é claro que está tudo em cima da hora. no máximo se tudo não ficar pronto em tempo, eu viro pro x lá segurando o copo na abertura e digo "pô, x, deixa aí o vinho e vem segurar essa escada" .

é isso, gente, animação, fogo e maestria.
ou arrancar esta fantasia.

Um comentário:

marcos visnadi disse...

vai estar todo mundo peladão
só de gravata borboleta e colar de perolinhas

 

Free Blog Counter