23.4.08

ilana_ soft coeur, temporal diz:
No décimo andar de um prédio da Av. Faria Lima, a minha professora francesa ficou murmurando alguma coisa incompreensível do tipo "il bruge, il bruge". Eu só pensei que ela estava sendo indelicada com a aluna que fazia sua exposição oral, segui prestando atenção na menina e lamentando meu nível de francês.

júlia_ dificilitando amor one-way contramçao diz:
Eu e meu pai estávamos no bairro de Pinheiros conversando a respeito do belo novo livro que saiu sobre a Clarice Lispector quando minha mãe telefonou de Sorocaba dizendo que a terra tinha tremido. Meu pai disse pra ela que devia ser tontura de algo que ela comeu no almoço.


5 comentários:

ilana disse...

eu gosto de cersibon
beijos

ilana disse...

isso jaqué pra expôr
e outra
esse foi o relato amenizado
e outra
beijos

ilana disse...

o relato da júlia é mais legal beijos
eu tava tentando ser aceita no uol beijos

Sérgio disse...

A aula de Didáctica estava tão chata que o tremor foi amortecido pelo assunto.

Mas foi divertido ler a reação das pessoas: "pensei que era o meu marido que estava a balançar a cama". "Eu, estava assistindo a novela da Globo Juvenal sendo baleado pum,pum,pum". Agora acho que o tremor foi encomendado pela rede Globo.

marcosv disse...

meu amigo de brasília, que tá visitando sp, disse que vai fazer um corte na testa antes de voltar pra lá. pra falar pra todo mundo que caíram coisas na cabeça dele. enquanto ele dormia.

 

Free Blog Counter